Exercícios físicos? Academia? Por quê? Parte I

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Nos últimos anos, ninguém fala sobre saúde sem mencionar os
exercícios físicos como atividade fundamental para a manutenção ou
desenvolvimento de uma vida saudável no indivíduo adulto. Porquê
os cientistas e profissionais ligados à saúde acham tão importante
exercitar a musculatura? Vamos explicar!
Podemos citar muitos efeitos positivos do exercício, todos
eles “pesos pesados” para a melhoria do funcionamento corporal.
O primeiro argumento a favor da integridade de nossos
músculos é o fato de que todas as funções corporais, com raras
exceções, serem realizadas por meio de músculos, grandes, médios,
pequenos e minúsculos. No nosso corpo existem mais de 600 músculos
trabalhando com uma sincronização, harmonia e precisão admiráveis,
garantindo todas as atividades necessárias à nossa vida. Qualquer
falha deles poderá por em risco a nossa existência. O coração é um
músculo; os pulmões estão repletos de ar porque a musculatura
torácica os expandiu; a coluna é mantida ereta porque são músculos
que mantêm a posição de cada vértebra; mantemo-nos de pé porque os
grandes músculos das pernas o permitem; a urina sai da bexiga
porque um músculo circular (um esfíncter) relaxa; e muitos outros
exemplos podem ser citados. Se, se pensar em mobilidade,
independência e qualidade de vida, pensa-se em trabalho muscular.
Para que isso ocorra adequadamente, todos os músculos precisam ser
exercitados para não degenerarem. Só a atividade mantém a sua
funcionalidade.
O segundo argumento a favor do bom trabalho muscular, e tão
importante como o primeiro, é a ajuda imprescindível que o
trabalho muscular dá, não só à circulação sanguínea, como à
linfática. Enquanto o sangue garante a alimentação e oxigenação
das células e o transporte dos resíduos do trabalho celular, a
linfa coleta partículas indesejáveis existentes pelo corpo e
estimula o sistema imunológico a conter as ameaças. São duas
funções vitais onde o trabalho muscular exerce funções
fundamentais. O trabalho muscular caracteriza-se pela contração
seguida de uma descontração ou relaxamento das fibras, em continua

sequência; contração, descontração, contração descontração, etc.
No interior das fibras musculares encontram-se os vasos sanguíneos
e os linfáticos que são comprimidos na contração e relaxados na
descontração, em movimento constante. Esse movimento de compressão
e descompressão dos vasos empurra os líquidos facilitando e
estimulando a mobilização do conteúdo dos vasos. Portanto, com o
movimento muscular o ambiente celular ficará mais saudável porque
recebe mais nutrientes, expulsa mais resíduos e tem maior proteção
imunológica. Assim, todas as nossas células, em boas condições,
vão degenerando mais devagar, se substituindo com mais controle e
atuando com maior precisão. É o exercício que favorece a
adequação do ambiente melhorando as condições de vida das células.
Continua na próxima postagem…

Você também pode gostar de: