Experiência na Terra Santa: Chegando em Jerusalém

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

O post de hoje é especial. Nele, compartilharei um momento pessoal que me marcou como peregrina. Ao chegar em Jerusalém, fomos diretamente para Belém. Essa cidade nos faz passar por um mix de sentimentos.

Pela manhã, saímos do hotel logo após um farto café da manhã, com pães, frutas frescas e até peixes, e seguimos para Belém. Chegando lá, fomos direcionados ao Campo dos Pastores onde o Padre que nos acompanhava celebrou uma das Missas mais marcantes da minha vida.

Ao ar livre, onde as pedras eram os bancos e a natureza era nossa paisagem. Ao som de pássaros, vivenciamos a liturgia daquele local, onde um anjo anunciou aos pastores que o menino Jesus estava por vir. No momento da consagração, o reflexo do campo fez brilhar o cálice onde o vinho era consagrado e se tornava para nós o sangue de Cristo. Pensem em um estado de Graça… assim me senti!
Depois deste momento, um guia local se juntou a nós e seguimos para a Basílica da Natividade. O lugar onde nasceu Jesus. Enfrentamos a espera e, juntos, em grupo de peregrinos, nos unimos para descer os irregulares degraus até a gruta.
A gruta onde nasceu Jesus… De joelhos eu toquei aquele lugar santo. Ao me levantar… só agradeci! Para ser sincera, durante toda a peregrinação, eu só conseguia agradecer, e não mais pedir.

Gruta da Natividade

Neste post, eu me senti tocada em compartilhar a minha própria experiência. Saí do papel de Consultora de Turismo e descrevi o que eu vivi como peregrina. Assim seguimos por Israel e na próxima semana compartilharei a última parte de uma peregrinação à Terra Santa. Emocionante… não percam!

Você também pode gostar de: