BRASIL DEIXARÁ DE SER UMA DAS 10 MAIORES ECONOMIAS DO MUNDO

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Estudo da FGV indica que o Brasil perderá 4 posições e passará a ser a décima segunda economia mais forte.


A principal razão é a desvalorização cambial. A moeda depreciada não é, por si só, um problema. A China manteve por mais de uma década a sua moeda artificialmente desvalorizada para aumentar a competitividade de seus produtos.


O problema é que; Na China isso era parte da política industrial para conquistar o mercado externo e impedir a entrada de produtos importamos e, no Brasil, a desvalorização cambial decorrer do aumento do risco Brasil diretamente resultante do risco fiscal.


A indústria somente é beneficiada porque os produtos importados se tornam mais caros (embora a China seja conhecida por adaptar rapidamente seus preços aos desajustes cambiais de seus países clientes sempre que se faz necessário) e a agricultura é grandemente beneficiada.

Quem perde, sem dúvida, é a população brasileira, pois os produtos importados ficam mais caros e a indústria brasileira aproveita para aumentar seus preços sem fazer esforço para conquistar mercados externos.


Esta é a diferença entre um país que tem uma política industrial e um país que não tem política industrial. Não adianta culpar a China pela nossa incompetência.

Você também pode gostar de: