Experiência na Terra Santa: Segundo dia de peregrinação: A região da Galileia.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

No nosso segundo dia de peregrinação online para a Terra Santa vamos conhecer melhor a região da Galiléia. Semana passada nós chegamos até Tiberíades e, por isso, vamos começar por lá hoje!

Ao falar de hospedagem, a cidade de Tiberíades é um ponto chave. O seu agente de viagens deverá sugerir esse local por ser de fácil acesso aos diversos locais que serão visitados antes de seguirmos para Jerusalém.
Para começar o dia, o Primado de Pedro é uma ótima opção e, em seguida, a cidade de Tabgha, onde houve o milagre da multiplicação dos pães e peixes que mais de 5000 pessoas alimentou. Neste local, se pode provar um delicioso suco de romã, que é considerado uma iguaria da região.

Neste mesmo dia, ainda é possível visitar Cafarnaum, cidade onde Jesus pregou e realizou muitos de seus milagres. Arrisco em dizer que talvez esse seja o local mais importante de seu ministério público pela Galiléia. Cafarnaum também é conhecida por ter abrigado os apóstolos João, Tiago, André e Pedro, tendo ainda o local onde foi identificado como a Casa de Pedro preservado.

De lá, visitamos ao monte das Bem-Aventuranças, que é uma parte importante em toda peregrinação. Estar em um lugar como aquele, diante de tanta beleza e riqueza espiritual, enche todos os corações de muita alegria. Este santuário fica numa posição mais elevada e que possibilita a vista panorâmica do lago. O formato da igreja também é muito especial: octogonal, com uma cúpula escura, rodeada por um amplo pórtico, mas com um interior simples. O destaque fica para os belos mosaicos no piso e no exterior, que representam justiça, fortaleza, temperança, prudência, fé, esperança e caridade.

Passar o fim do dia às margens do Rio Jordão é sensacional…
O Rio Jordão é um dos mais importantes do Oriente Médio. Além de fazer fronteira com Israel e Jordânia, ele também passa por parte da Síria, porém, o motivo de visitá-lo vai muito além de um conhecimento geográfico. Nossos grupos visitam ele por seu significado: o lugar onde Jesus foi batizado. Essa é uma bela experiência, onde o peregrino tem a oportunidade de renovar as promessas do batismo na mesma água em que Jesus foi batizado. É esplendoroso!

Semana que vem teremos mais um dia de viagem, não percam! 😉

Você também pode gostar de: