Experiência na Terra Santa: O primeiro dia de viagem – De Tel Aviv à Tiberíades

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Gruta de Elias

Hoje é o dia de começarmos a nossa peregrinação online. Nesse primeiro dia vamos começar a explorar Israel. Vamos lá?

            Durante a imigração, todos sentem uma tensão automática. O clima dentro do aeroporto não é o melhor e as revistas de segurança são muito minuciosas. Mesmo assim, nunca tivemos nenhum problema em nossas experiências. Se o grupo seguir todas as regras e permanecer junto em todo o processo, depois da entrevista pessoal a viagem será maravilhosa!

A autorização de entrada em Israel tem a foto e os dados pessoais de cada passageiro. Ela vem em forma de um pequeno cartão, que fica sob nossos cuidados. É importantíssimo guardá-lo pois ele deve ser apresentado no momento da saída do país.

Começando a falar sobre a viagem, Tel Aviv surpreende por sua modernidade e vale um passeio próximo ao hotel, principalmente se a sua localização for próxima à praia. Geralmente, é neste primeiro dia que experimentamos a gastronomia local e, que cá entre nós, é muito variada e farta, principalmente no buffet de café da manhã.

No dia seguinte, depois de um passeio panorâmico pela cidade, o melhor caminho é seguir pela costa de Israel até Cesareia, antiga capital Romana. Lá você poderá visitar o Anfiteatro Romano e a  Fortaleza dos Cruzados. No mesmo dia, ainda dá tempo de visitar os Jardins Persas de Behaim, um lugar lindíssimo com uma visão panorâmica encantadora.

Não se esqueça de beber água. Estar hidratado é super importante para aproveitar ao máximo a viagem inteira. O clima do oriente médio é seco e, caso você desidrate, pode passar mal e precisar de auxílio médico. Fique em locais mais abertos e arejados, isso ajudará com o calor e você ficará mais confortável. Falamos mais dicas para planejar a sua viagem à Terra Santa neste post

Por fim, nesse primeiro dia seguimos para Haifa, visitamos a cidade e subimos o Monte Carmelo, onde visitaremos a Igreja de Stella Maris, Nossa Senhora do Carmo. Se você estiver planejando participar de uma missa, recomendamos que separe esse tempo no período da tarde, para conseguir seguir com o cronograma e não deixá-lo apertado. Neste mesmo local, se tem acesso aos lindos escapulários de tecido, feitos artesanalmente. Também é possível entrar em parte da gruta de Elias,  local onde viveu o profeta Elias. No fim da tarde, continuamos viagem e temos o nosso primeiro contato com o Mar da Galiléia.

Você também pode gostar de: