Lindinhas: um filme com muita polêmica e pouco conteúdo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

É um filme que trata e procura gerar debate sobre sexualização.de crianças de 11a 12 anos. Por isso mesmo gerou comentários com censura da evangélica Damares, que está como Ministra da Cidadania.

Nesta faixa de idade (11/12 anos) o corpo já começa a mudar nas meninas, e até as vezes, precocemente, vem o iniciar da primeira mestruação (como o filme mostra), provocando a interrupção do crescimento. Nesta idade elas são crianças, com inocência e ingenuidade porem o corpo está mudando.

Nas redes sociais observa-se pré-adolescentes fazendo biquinhos e desfilando, imitando mulheres crescidas, mas que de fato não são e não se dão conta do que estão fazendo.

A personagem principal do filme é uma menina de 11 anos, que veio com a família, do Senegal, chamada Amy para morar em Paris.

Amy acaba entrando para uma turma de meninas, da mesma faixa de idade e que estão se preparando para participar de um concurso de danças na escola.

A dança é cheia de requebros sensuais, nada diferente do que assistem na TV e nos celulares.

Nada de sexo explícito e nem de nudez, apenas uma cena muito rápida do aparecimento do seio de uma delas (por segundos), sem nenhuma conotação sexual 

O filme também mostra a cultura senegalesa com a forte presença patriarcal onde o pai pode tudo (ter outra mulher) ser suportado apesar da dor pela mulher que nada pode.

Enfim nada de muito diferente a não ser preconceitos e vida sofrida na França

Além da curiosidade provocada pela atitude de pastora/ministra. Nada que recomende assisti-lo.

Você também pode gostar de: