Dentes de Leite

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Conta-se em Portugal fatos sobre aparição de naves, hoje chamadas de OVNIs, em certas regiões serranas. A imprensa portuguesa sempre ocultou do grande público tudo que foi apurado. Vivia Portugal na época de que falamos, na fase Salazarista, quando Antonio de Oliveira Salazar conduzia com mão de ferro toda a nação, o povo, a imprensa e a opinião pública em geral, isso por um longo período de 36 anos. Só se divulgava o que interessava ao governo ditatorial português.

Fala-se de aparições nos Açores, em Funchal na Madeira, ao sul de Évora. Contudo, os principais eventos aconteceram em regiões isoladas, montanhosas, em propriedades rurais. Referimo-nos às pequenas plantações de uva, criação de animais de corte e consumo, pequenas lavouras em Mondim de Basto, uma vila antes situada no Douro, hoje pertencente ao distrito Vila Real. Lá ocorreram fatos, muitos dos quais desconhecidos até hoje.

Aí vai um relato inusitado.

 ­– Tenho 73 anos, nasci em Mondim de Basto, na região do Douro em Portugal. Estou no Brasil há 52 anos. Confesso ter ocorrido algo comigo, inexplicável, mas que nada impediu meu modo de viver até hoje. Apenas alguns incômodos. Em 1945 ocorreu um fato na aldeia onde vivia meus pais, eu então contava apenas um ano de vida. Dizem ter visto um objeto parecido com um enorme disco em forma de gamela voando pelos ares da região. Sumiu em seguida. Dizem também que após este acontecimento, começaram a ocorrer coisas estranhas com as crianças até 4 anos de idade. Sobre mim, sei que mamei no peito até os 13 anos de idade. Hoje sinto vergonha de contar isso, mas é a verdade. Usei fraldas para dormir até os 15 anos, e ao longo do tempo devo dizer que meus dentes de leite da primeira dentição ainda não caíram, estão todos ainda em minha boca.

Este relato, Manuel diz de maneira velada ao amigo de longa data. Pede sigilo, é algo que o incomoda. Não tem como explicar.

O amigo se interessa pelo assunto. Na pesquisa descobre outros casos parecidos e com o avançar do trabalho apura maiores detalhes de eventos semelhantes ocorridos na mesma época lá em Portugal.

Ainda em Mondim de Basto, soube que uma menina dentro daquela faixa etária até 4 anos, também não trocou os dentes de leite e soube que teve sua primeira menstruação com apenas 5 anos de idade. No mais teve vida normal.

Na vila de Cerva, vizinho de Mondim de Basto, soube de um menino com caso idêntico sobre os dentes de leite e dele obteve a informação de que começou a fazer a barba quando tinha 6 anos de idade, época em que já possuía uma barba cerrada mantida até hoje.

Ainda na vila Vilar de Ferreiros, na mesma região, soube de outro caso, mantido em segredo por muito tempo em que um menino de 7 anos casou-se com uma menina da mesma idade, pois descobriram estar ela grávida deste precoce portuguesinho. O casal fala abertamente sobre o caso, hoje, mas poucos acreditam. Já são setentões e o filho também já é um sessentão. Dizem que contando para desconhecidos, ninguém acredita. Eles por sua vez, vivem felizes juntos desde os 7 anos de idade. Feliz casal. Os dois ainda têm os dentes de leite.

O amigo descobre que o governo português pensa em publicar o que se apurou na época. Tais fatos já tiveram sua quarentena expirada!

Vamos aguardar a versão oficial e só então tiraremos nossas conclusões.

Você também pode gostar de: