Beneficios terapeuticos dos oleos essenciais

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Se no final de ano você decorou a sua sala com um pinheiro natural, seguramente
seus amigos e familiares apreciaram um agradável aroma que, exalado da sua árvore
de Natal, perfumava todo o ambiente. Esse aroma, conhecido como acetato dbornila, além de perfumar, tem algumas propriedades terapêuticas como antiinflamatório, analgésico, antibiótico e sedativo5
.
O acetato de bornila é um componente presente em óleos essenciais encontrados
naturalmente em algumas plantas. Por sua vez, os óleos essências são definidos
como componentes odoríficos, voláteis que não se misturam com a água, geralmente
obtidos na forma líquida de cor transparente a levemente amarelada e que além das
aplicações como aromatizantes apresentam poderosas propriedades terapêuticas¹
,
³.
Os óleos essenciais já eram extraídos das plantes desde os tempos mais remotos,
mas os gregos e romanos, com o conhecimento da destilação – e posteriormente os
islâmicos – popularizaram a técnica de extração e aplicação desses produtos.
Interação dos óleos essenciais com o corpo humano¹
Pesquisas confirmam que os óleos essenciais são rapidamente absorvidos através da
pele ou pela administração oral ou pulmonar (inalações) e cruzam a barreira
hematoencefálica no cérebro para interagir com os receptores do sistema nervoso
central alterando algumas funções biológicas como o relaxamento, o sono, a digestão,
entre outras.
Após ingerido ou inalado, a maioria dos óleos essenciais são metabolizados e então
facilmente liberados pelos rins ou exalados pelos pulmões como gás carbônico.
Pesquisas demonstram que os óleos essenciais apresentam pouco risco de
acumulação no tecido humano.
Benefícios terapêuticos de alguns óleos essenciais de plantas conhecidas

  1. Eucalipto¹ – Eucalyptus globulus- O terpinol – é o componente mais comumente
    encontrado no óleo essencial de diversas plantas, principalmente no eucalipto
    Propriedades: expectorante, mucolítica, antimicrobial, anti-inflamatória, antiviral e
    estimulante.
  2. Camomila¹ – Matricaria chamomilla – o bisabolol e o camazuleno são os
    principais componentes
    Propriedades: anti-inflamatória, anti-alergênica, inibe coceiras, descongestionante
    e anti-espamódica,
  3. Erva-doce¹ – Pimpinella anisum – Obtido da semente da erva-doce (anis), o
    principal componente é o anetol, também conhecido como cânfora de anis.
    Propriedades: anti-espasmódia, regulador menstrual (emenagogo), estomacal,
    antiflatulento, diurético e estimulante cardíaco.
  4. Noz-moscada¹ – Myristica fragrans – O terpineol, o sabineno e a miristicina são
    os principais componentes.
    Propriedades: antimicrobial, atividade tônica, pesticida, ativador cerebral e da
    circulação, hepato-protetor, afrodisíaco, estimulante digestivo, analgésico,
    antisséptico, antiparasítico, regulador menstrual e antiflatulento.
  5. Limão¹ – Citrus limonum e Laranja – Citrus sinensis – o principal componente
    encontrado nessas frutas é o limoneno
    Propriedades: Melhora a imunidade natural, regula o metabolismo, tonifica o
    sistema nervoso, antimicrobial, antiviral, tônico digestivo, antiflatulento e purgativo.
  6. Canela¹ – Cinnamomum cassia – o cinamaldeído, ou aldeído cinâmico é o
    principal componente obtido da caneleira.
    Propriedades: além de ser usado como aromatizante e como fungicida em
    plantas, tem funções antibactericida e antiviral, tônico uterino, anticoagulante e
    vitalizante.
  7. Alho¹ – Allium sativum – o dialil dissulfeto (DADS) é o principal componente.
    Propriedades: Protege o sistema cardiovascular, hipoglicêmico, regulador da
    pressão sanguínea, vermífugo, antimicrobicida, antiviral, antifungicida,
    antiparasítico, antioxidadante, inseticida e antilarva.
  8. Cravo da Índia¹,
    ² – Syzygium aromaticus – o eugenol e o acetato de eugenila são
    os principais componentes presentes no óleo essencial.
    Propriedades: agente antibacteriano, antimicótico, antimicrobiano, inibidor
    inflamatório, anestésico, antiséptico, antioxidante, alelopático, antiflatulento,
    anestésico, afrodisíaco e também empregado como repelente, em cosméticos,
    perfumes e condimentos
  9. Lavanda¹ – Lavandula officinalis – O linalol e o acetato de linalilo são os
    principais compontentes obtidos
    Propriedades: antispamódico, sedativo, relaxante, analgésico, anti-inflamatório,
    antimicrobial.
  10. Hortelã¹,
    ³ – Mentha arvensis – o mentol e a mentona são os principais
    componentes
    Propriedades: tônico e estimulante, descongestionante, anestésico e analgésico,
    alivia coceiras, refrescante, antimicrobiano, anti-inflamatório, expectorante,
    mucolítico e regulador do fluxo menstrual
  11. Cenoura³ – Daucus carota – o carotol e o daucol estão presentes nas sementes
    da cenoura.
    Propriedades: atua como regulador da menstruação, antifertilidade, regenerador
    celular, anti-inflamatório, cicatrizante, agente rejuvenescedor e antineoplásico.
    Aplicação segura do óleo essencial4
    :
    Alguns óleos essenciais como os da camomila, da rosa, do eucalipto e da lavanda
    podem ser inalados, na forma diluída. Outros podem ser aplicados como cremes,
    adicionados na água de banho ou simplesmente passados na pele, sempre diluídos.
    Mas é muito importante que você tenha segurança da qualidade do produto e consulte
    sempre um especialista ou mesmo o seu médico. Nunca faça a ingestão direta,
    sobretudo de produtos na forma concentrada. Também confira sempre a validade do
    produto, uma vez que a oxidação pode modificar as suas propriedades.
    Conclusão:
    Estima-se que há mais de 3.000 diferentes óleos essenciais já conhecidos pela
    humanidade, mas apenas 10% são comercialmente importantes. Hoje em dia os óleos
    essências obtidos da hortelã-pimenta, lavanda, gerânio, eucalipto, rosa, bergamota,
    sândalo e da camomila são os mais comercializados.
    Nesta edição apresentamos apenas exemplos de óleos essenciais obtidos de algumas
    espécies largamente encontradas no Brasil, mas não significa que a obtenção de
    óleos essências de outros tipos não seja possível no mercado.
    Referências:
    Todas as informações nesse conteúdo, mesmo as não referenciadas, foram obtidas
    e/ou adaptadas das seguintes fontes:
  12. Abdelouaheb Djilani and Amadou Dicko (2012). The Therapeutic Benefits of
    Essential Oils, Nutrition, Well-Being and Health, Dr. Jaouad Bouayed (Ed.), ISBN:
    978-953-51-0125-3, InTech, Available from:
    http://www.intechopen.com/books/nutrition-well-being-and-health/the-therapeuticbenefits-of-essential-oils
  13. Síntese e caracterização do acetato de eugenila. Amanda Luizetto dos Santos1
    (PG)*, Gilberto Orivaldo Chierice1 (PQ) 1- Universidade de São Paulo – Instituto de
    Química de São Carlos
  14. ÓleosEssenciais.Org – www.oleosessenciais.org
  15. WebMD – www.webmd.com/neha-pathak-md
  16. American Chemical Socitey – www.acs.org
    Hilton Casas de Almeida
    Químico e sócio da 50+ SAÚDE (https://www.50maissaude.com.br/)

Você também pode gostar de: