O sol em Fernando de Noronha

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

O que dizer do pôr-do-sol de Fernando De Noronha?

As pessoas se entreolham embasbacadas. Será a luz amarela incandescente, que aos poucos vai esmaecendo e tornando-se  dourada, ganhando leves tons terrosos, até avermelhar-se por completo, o que mais intriga os expectadores deste espetáculo?

Será a escuridão chegando de mansinho, engolindo o clarão que tão timidamente e tão vagarosamente se enconde, como se não quisesse entregar o dia às sombras da noite?Ou será o encantamento do mar que diariamente assiste enlevado a esse derramamento de luz em suas águas e às nuvens do céu querendo tocar suas ondas ora revoltas, ora submissas e tranquilas?

Na verdade todos os seres que assistem esta maravilha –  dos homens aos pássaros, das rochas às arvores – todos se perguntam:

Se esta é a face de Deus, por que? Por que aqui em Noronha ela se mostra mais linda?

Você também pode gostar de: